Por que ainda existem tão poucas mulheres na TI?

Fernanda Pereira, Analista de Testes da Fábrica de Software GX2

Neste mês em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher (08/03), gostaríamos de trazer uma reflexão para celebrar essa conquista tão importante.

Apesar de ser considerado um espaço majoritariamente masculino, as mulheres estão cada vez mais conquistando seu espaço nas empresas de tecnologia, se mostrando essenciais e sendo acolhidas profissionalmente mesmo desempenhando vários papéis: além de profissionais, hoje elas são filhas, esposas e mães.

Existe muito a ser feito pelas mulheres na TI e no mercado de trabalho em geral. Mas o principal é mudarmos nossa concepção, sobre o que é uma profissão para homens ou mulheres. Mulheres podem – e devem – trabalhar e estudar tecnologia. O gênero de uma pessoa não define sua capacidade. Nesse quesito, somos todos iguais. Para entender um pouco melhor este cenário, conversamos com uma de nossas colaboradoras, a Fernanda Pereira, que hoje é nossa Analista de Testes dentro da Fábrica de Software.

Por que você decidiu começar a estudar e trabalhar com tecnologia?
Eu comecei a trabalhar com tecnologia, pois é uma área que está em constante evolução e que proporciona grandes oportunidades na carreira de qualquer pessoa.

O que mais te motiva em trabalhar na área de TI?
A tecnologia faz parte do nosso dia a dia e cada vez surgem novas descobertas neste ramo. Então o que mais me motiva, com toda certeza, são as oportunidades que esta a TI proporciona para o profissional crescer e se
desenvolver.

Imaginamos que sejam muitos os desafios para a mulher na TI. Quais são os principais para você?
Minha maior dificuldade, deste quando iniciei nesta área, foi me adaptar a um ambiente “masculino” e mostrar que o meu trabalho é tão bom quanto o dos homens que atuam nesta área.

Por que você acha que existem tão poucas mulheres dentro do mercado de TI?
Acredito que é por uma questão cultural. Pelo fato da maioria das mulheres verem esta profissão como “trabalho para homem”.

Você já sofreu preconceito ou foi subestimada por ser uma mulher trabalhando com tecnologia?
Felizmente não.

O que você acha que pode ser feito para melhorar esse quadro e aumentar o número de mulheres na TI?
Acredito que toda a mulher deveria se interessar mais. Ir atrás e estudar esta área. Só assim elas saberiam que é um ramo cheio de oportunidades e que é uma ótima oportunidade para seguir uma carreira.

Se pudesse dar algum conselho para uma garota que deseja estudar tecnologia, qual seria ele?
Vá! Estude, se mantenha atualizada, não se acanhe, aproveite as oportunidades que está área vai te proporcionar! Você não vai se arrepender.

E como está sendo trabalhar com a GX2 Tecnologia?
Está sendo de muito aprendizado. Adoro o que faço e o ambiente faz com que eu sinta ainda mais prazer em realizar meu trabalho da melhor forma possível.