GX2 Tecnologia

4 Tendências de tecnologia para 2021

Principais tendências em TI para 2021 que estão se consolidando e se firmando como as principais inovações da década

6min. de leitura

crianca-oculos-realidade-virtual

Em um cenário em que nos deparamos com mudanças quase que diárias em nossas vidas, empresas e negócios, algumas tecnologias se destacam como tendências para um trabalho cada vez mais ágil e otimizado, demonstrando potencial impacto nos negócios na busca por resultados eficientes e exponenciais!

A GX2 separou 4 principais tendências em TI para 2021 que estão se consolidando e se firmando como as principais inovações da década. São elas:

1. Inteligência Artificial (AI)

A Inteligência Artificial já é uma realidade na rotina das empresas facilitando os processos e substituindo tarefas que se feitas por pessoas seriam executadas de forma menos eficiente.

Os softwares e aplicações por sua vez, estão passando por uma ampliação do seu escopo de atuação e amplitude, tornando-se ferramentas capazes de realizar ações como tomar decisões baseada nos dados armazenados, responder questionamentos dos usuários de forma automática, reconhecer imagens, fala e até mesmo a interpretar textos.

A tendência para 2021 é que o uso de AI aumente ainda mais em diversas áreas da tecnologia e principalmente dos negócios. Empresas de diferentes portes e setores estão adotando esse tipo de inteligência potencializar o negócio, gerar novas fontes de receitas, oferecer uma experiência diferenciada a seus clientes e tomar decisões embasadas em dados e fatos de forma mais eficiente.

2.DataOps

Sendo um método de análise de dados o DataOps segue os princípios da DevOps, porém aplicadas em times de Big Data e Engenharia de Dados. Essa metodologia ágil unifica fluxo de trabalho relacionados a análises de dados e pode propiciar um crescimento na capacidade das equipes de extraírem valor de sua base de dados, sendo capaz de reduzir processos manuais o que resulta em produtividade.

3. Microsserviços e contêineres

Uma tendência na arquitetura de softwares é o uso de microsserviços e contêineres para novas aplicações referentes ao desenvolvimento de aplicações, especialmente para ambiente cloud.

Isso permite que múltiplas instâncias de um sistema operacional sejam criadas de forma isolada, mas dentro de um mesmo servidor.

Outra capacidade inerente à tal arquitetura é a facilidade para integração através de APIs, o que irá habilitar operações em Marketplaces, Super Apps e ecossistemas de negócio.

A diferença entre essa forma de desenvolvimento e a tão conhecida virtualização é que o contêiner não precisa de uma camada de sistema operacional para cada aplicação que for utilizada, nesse caso, a capacidade de armazenamento exigida é menor. Possuem como característica serem 100% independentes, mas interagem entre si, sem se comunicarem diretamente com o Sistema Operacional (SO).

4.Realidade Aumentada

A realidade aumentada têm se consolidado a cada ano com o desenvolvimento de aplicações reais de negócio onde é possível construir novas experiência de consumo, atendimento, operação, e entrega de serviços aos clientes e consumidores.

As tecnologias habilitadoras de soluções de realidade aumentada prometem revolucionar a forma como os humanos irão interagir com o mundo virtual ou digital, quebrando a barreira entre físico e o digital. Ou seja, a realidade aumentada permite que informações ou elementos do mundo digital possam ser visualizada e experimentadas no mundo real.

Tal capacidade habilita a construção de aplicações e soluções de negócio para o comércio eletrônico, atendimento ao cliente, serviços e manutenção, treinamento e capacitação, projetos de construção, dentre outros.